Economia

Goianésia é uma cidade historicamente agrícola, tendo em sua fundação o plantio de arroz e café como base de sua economia.

Com o passar das décadas, a produção rural se diversificou e Goianésia se transformou em um dos principais polos leiteiros da região do Vale do São Patrício. 

Na década de 80, o visionário ex-governador de Goiás Otávio Lage fundou em terras goianesienses a Usina Goianésia Alcool, transformando a partir daí a economia municipal.

Hoje Goianésia possui três importantes usinas de alcool, açúcar e energia: A Jalles Machado, a Unidade Otávio Lage-Codora e a Usina Goianésia geram a maior parte de emprego e renda para o município.

Goianésia possui ainda uma indústria de atomatados, a Goialli; A Vera Cruz Agropecuária, empresa de agronegócios; além das recém-chegadas Limagrain Guerra do Brasil, indústria de grãos e Geociclo, indústria de fertilizantes.

Outra grande fonte de emprego e renda está no comércio local, que vem se desenvolvendo e diversificando a passos largos com o decorrer dos anos e o crescimento populacional de Goianésia. 


Compartilhe